ensaios
Data

Novembro de 2012

Publicação

Esta publicação é resultado do Seminário-Oficina sobre Valoração de Acervos Museológicos ocorrido em Bogotá, Colômbia, em novembro de 2012. Texto de introdução assinado por José Luiz Pedersoli Jr.

Número de Páginas

465

Ensaios do Seminário-Oficina em Valoração de Acervos Museológicos

Sobre esta publicação

Ensaios do Seminário-Oficina em Valoração de Acervos Museológicos traz textos sobre experiências de gestão de risco contra desastres naturais em museus assinados por Isabel Medina-González, Daniel Castro Benítez, Veronica M. Bullock, Carolina Ossa, David Cohen Daza e Mario Omar Fernández Reguera, María Paola Rodríguez Prada, Vagner José Silva Carvalho, José Luiz Pedersoli Jr., Verónica Jeria, Vera Mangas, M. Cecilia Rodríguez M., Catalina Plazas, Ana Eduarte, Jorge Rolando García Perdigón, Tamara Landívar Villagomez, Eduardo Góchez, Beatriz Gonzalo Alconada, Fernando Moscoso Möller, Ernesto Martínez Bermúdez, Raúl Castro Zachrisson, Bertha Miriam Herrera Mejía, João Herdade e Andrea Castillo.

Resumo

Esta publicação trilíngue pretende ser uma contribuição adicional a esse rico e complexo tema dos valores e significância dos acervos patrimoniais, com foco particular em museus e no contexto ibero-americano. Destina-se a responder ao crescente interesse e à demanda, por parte da comunidade profissional, de referências sobre um assunto que ainda é relativamente pouco explorado e posto em prática de forma sistemática na gestão de acervos, apesar de sua importância fundamental.

As contribuições aqui compiladas foram apresentadas no Seminário Oficina de Valoração em Acervos Museológicos (Bogotá, Colômbia, 19-23 de novembro de 2012) organizado por Ibermuseus em parceria com a Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) e a Fundação Getty. O objetivo deste encontro foi reconhecer e discutir a natureza multifacetada e as aplicações da valoração e avaliação de significância dos acervos museológicos. Os temas tratados variam de conceitos fundamentais de “valor” ao emprego de estimativas quantitativas de valor fracionário (e sua perda) para fins de gestão de riscos em acervos museológicos, um elemento importante do Programa de Atenção ao Patrimônio Museológico em Situação de Risco, atualmente desenvolvido por Ibermuseus. Diferentes abordagens, metodologias e ferramentas, hoje em uso ou em desenvolvimento, são apresentadas e discutidas, juntamente com estudos de caso para ilustrar sua aplicação prática.

Você está utilizando um navegador desatualizado. Por favor atualize seu navegador para visualizar corretamente este site.