ensaios2
Data

Novembro de 2011

Publicação

Esta publicação é o resultado do Seminário Oficina Gestão de Riscos ao Patrimônio Museológico, realizado em Brasília (Brasil) de 17 a 21 de outubro de 2011, o qual convocou especialistas internacionais e ibero-americanos para a apresentação teórica e de casos específicos vinculados ao diagnóstico e análise de riscos, ações preventivas, ações objetivas no momento do desastre e ações de resgate e recuperação. Textos de apresentação assinados por Angelo Oswaldo de Araújo Santos, Ivana de Siqueira e Jacqueline Assis.

Número de Páginas

375

Ensaios do Seminário-Oficina em Gestão de Riscos ao Patrimônio Museológico

Sobre esta publicação

Ensaios do Seminário-Oficina em Gestão de Riscos ao Patrimônio Museológico traz textos sobre o Patrimônio Museológico em Situação de Risco assinados por M. Ángela Benavente, Veronica M. Bullock, Julieta Elizaga,  Eduardo Góchez, Beatriz Haspo, Maurizio Indirli, Chris Marrion, Antonio Carlos dos Santos Oliveira, José Luiz Pedersoli Jr. e Carmen Rallo Gruss.

Resumo

A cooperação técnica que o Programa Ibermuseus vem realizando no campo dos museus é de suma importância e visa fortalecer as políticas públicas na área do patrimônio museológico das culturas ibero-americanas.

A necessidade de realizar ações voltadas ao enfrentamento de situação de risco ao patrimônio museológico vem sendo confirmada pelos trágicos eventos naturais ocorridos nos últimos anos no Chile (2010), no Brasil (2010), no Haiti (2011), Espanha (2011) e El Salvador (2011). Terremotos, furacões, inundações, todos tem efeitos nefastos, produzindo perdas irreparáveis para as populações e os seus legados culturais. Através da experiência de capacitação de profissionais de museus, almejamos afrontar os desafios impostos pela natureza e também aqueles causados por ato humano, como fogo, roubo e descuido de manutenção de espaços e objetos.

Em parceria com a Fundação Getty, a Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, Ciência e Cultura e o Programa Ibermuseus têm progredido para difundir junto aos órgãos estatais responsáveis por museus, nos 22 países ibero-americanos, metodologias de trabalho preventivas e pró-ativas para a realização de planos de emergência em caso de desastres naturais e planos de segurança de museus em proteção ao patrimônio museológico de nossa região.

Você está utilizando um navegador desatualizado. Por favor atualize seu navegador para visualizar corretamente este site.