Atualizado em 11 de outubro de 2018

Palavras-chave
Notícias, Sustentabilidade
País

Argentinaargentina-aspect-ratio-276x276

Ibermuseus fomenta o desenvolvimento de novos modelos de gestão museológica sustentável

ecomuseu_itaipu

Pensar em novos modelos de gestão sustentável é uma das agendas mais importantes para o setor museal, buscando seguir o estabelecido por acordos como os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável da ONU. Isso está presente em políticas desenvolvidas atualmente por organismos como o Conselho Internacional de Museus (ICOM), a Aliança Americana de Museus (AAM) e o Fórum Europeu de Museus, entre outros, que buscam difundir métodos de gestão que façam com que as instituições cresçam de maneira sustentável e com relações sólidas com a sociedade na qual se inserem.

Na Ibero-América, o Programa Ibermuseus e seus países membros se propuseram pensar essas estratégias e difundi-las através da linha de Sustentabilidade das Instituições e Processos Museais Ibero-americanos, ativa desde 2015. Sob essa perspectiva, Ibermuseos tem o objetivo de promover iniciativas que procurem novos modelos de gestão sustentável, que irradiem no desenvolvimento local desde quatro dimensiones: social, cultural, ambiental e econômica.

A meta é promover, no marco da Ibero-América, a criação de políticas públicas para as instituições e processos museais encabeçada pelos povos, as comunidades, os grupos e movimentos sociais, em seus diversos formatos e características, a fim de ser reconhecidos e valorizados como parte integrante e essencial da memória social ibero-americana.

Para avançar nessa direção, este ano Ibermuseus lançará um Marco Comum de Sustentabilidade, elaborado por consultoria especializada, além de realizar um diagnóstico das iniciativas em sustentabilidade de museus já desenvolvidas por instituições ibero-americanas.

Nos próximos dias 15 a 19 de outubro, a mesa técnica de Sustentabilidade se reúne em Buenos Aires durante a Semana Ibermuseus para definir as estratégias de lançamento e difusão dessas informações, e discutir as próximas ações da linha de ação.

Semana Ibermuseus reunirá a mais de 40 profissionais de museus de 12 países, integrantes de quatro das seis linhas de ação: Formação e Capacitação; Patrimônio; Sustentabilidade; e Observatório Ibero-americano de Museus. A mesa técnica de Sustentabilidade está formada por representantes de Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Espanha, México, Peru, Portugal e Uruguai.

Juntos e conectados, vamos mais longe.

Você está utilizando um navegador desatualizado. Por favor atualize seu navegador para visualizar corretamente este site.