Atualizado em 03 de novembro de 2017

País

Peruperu-aspect-ratio-276x276

24 profissionais de cinco países participam de Curso sobre Registro, Inventário e Catalogação de Coleções

Curso Lima (4)

Atividade foi organizada em colaboração com o Ministério de Cultura do Peru

Vinte e quatro profissionais de cinco países sul-americanos da Zona Andina – Bolívia, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela – participaram, de 26 a 29 de setembro, do Curso regional sobre Registro, Inventário e Catalogação de Coleções, em Lima, Peru. A atividade teve o objetivo de capacitar aos profissionais em um dos trabalhos fundamentais e mais complexos da gestão de coleções de museus.

O curso foi mais uma atividade de nossa linha de Formação e Capacitação, que propõe o desenvolvimento de ações de capacitação e formação profissional contínua que têm como efeito a atualização de conhecimentos dos participantes, com o objetivo de colocar em prática o aprendido em suas instituições, redes ou países.

O curso se desenvolveu em 28 horas de capacitação teórico-prática com a participação de três instrutores especialistas provenientes de Brasil, Peru e México, oferecendo aos participantes a capacidade de:

  1. Familiarizar-se com os conceitos de registro, inventário e catalogação de coleções;
  2. Compreender as particularidades e os alcances dos processos de registro, inventário e catalogação de coleções em museus, suas formas de atuação, implementação e continuidade;
  3. Compreender as particularidades e os alcances destes processos em coleções não vinculadas a museus;
  4. Compreender como incidem nos processos de registro, inventário e catalogação a gestão do conhecimento e a gestão da informação;
  5. Reconhecer os problemas prioritários e as possíveis soluções a implementar atendendo a realidade das coleções da Região Andina;
  6. Projetar o grau de impacto dos processos de registro, inventário e catalogação das coleções na Ibero-América;
  7. Aplicar os conhecimentos adquiridos em suas instituições de procedência.

Foi uma atividade dirigida a pessoal vinculado a museus cujo trabalho está diretamente relacionado com a atenção e gestão de coleções: técnicos ou profissionais responsáveis pelo controle do inventário de coleções, e com possibilidades concretas de compartilhar e ampliar entre outros profissionais o conhecimento adquirido.

Docentes

Cláudia Penha dos Santos é uma museóloga, especialista em Teoria da Arte, mestre em História das Ciências e Doutora em Museologia e Patrimônio. Atualmente é a responsável pelo Núcleo de Documentação e Conservação do Acervo Museológico da Coordenação de Museologia do Museu de Astronomia e Ciências afins/Ministério de Ciência e Tecnologia, Inovações e Comunicações do Brasil (MAST/MCTIC).

Meztli Martínez Spinoso é etnóloga, museóloga e museógrafa. Atualmente é Coordenadora da área de Acervos, Documentação e Sistemas de Informação do Programa Universitário de Estudos da Diversidade Cultural da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM) e docente da Pós-graduação em Museologia da Escola Nacional de Restauração, Conservação e Museografia (ENCRYM).

Gerardo Moreno Arias é historiador da arte graduado na Universidade Nacional Mayor de San Marcos de Lima. Na mesma universidade, fez mestrado em Arte Peruana e Latino-americana com menção em Gestão Cultural e Desenvolvimento. Conta com mais de 20 anos de experiência em investigação para otimização dos processos de registro, inventário e catalogação de bens culturais móveis de interesse histórico-artístico.

Fotos: Ibermuseos/Divulgação

  1. Carlos Aguila, Diretor no Ministério de Cultura do Peru, e Mônica Barcelos, Coordenadora da Unidade Técnica do Programa Ibermuseos, na abertura do Curso de Registro, Inventário e Catalogação de Coleções
  2. Meztli Martínez Spinoso, uma das docentes do curso, em aula inaugural do evento

Você está utilizando um navegador desatualizado. Por favor atualize seu navegador para visualizar corretamente este site.